domingo, 20 de dezembro de 2009

Verdades, Por Tagore

"Roubo do hoje a força
Fazendo nascer o amanhã.
Da janela acompanho com olhar
As nuvens do céu.
De novo a sombra sinistra
Tolda tristemente meus sonhos.
Tua imagem me acompanha
Por todos os lugares por onde ando.
E em todos os momentos
É a tua presença que espanta
As brumas do desconhecido.
Não faço perguntas.
Tenho medo das respostas que já sei.
Liberta do invólucro físico
Devolverei a matéria ao pó de que fora feito.
Vivi meus três caminhos na terra.
Purgatório. Inferno. Céu.
Tudo de acordo com meus projetos,
Minhas atitudes,
Procurando não cair nos mesmos erros.
Agora — vago e espero
Entre tropeços e flagelos
O ressurgir da verdade."

domingo, 6 de dezembro de 2009

Celebrando a Chegada do Espírito de Natal!

Salve amados, esta será uma grande semana, a semana em que o Espírito de Natal desce sobre a Terra e nos abençoa, e nos prepara para o renascimento de Cristo em nós.
Do dia 08 (terça-feira) até a véspera de Natal seremos abençoados pelo Espírito de Natal, nos enchendo de solidariedade, de celebração, e de esperança!
Gosto muito especialmente desta época porque as pessoas ficam mais solidárias, mais felizes e mais humanas. Há ainda muito consumismo e superficialidade, mas há tambem solidariedade, há afeto, há celebração, há renascimento...
Então, queridos e queridas, nos preparemos para este dia, na terça-feira, dando as boas vindas ao Espírito de Natal, que carinhosamente chamamos de Papai Noel, armando nossa árvore de Natal, limpando e decorando nossa casa para que Papai Noel se sinta bem vindo e querido.
É dia também para escrevermos uma cartinha ao Papai Noel com nossos pedidos, mas também com nossos propósitos de mudanças, de melhora, para merecermos os presentinhos que Papai Noel nos trará para o ano que vem.
Sejamos bons meninos e boas meninas!
Que o Espírito de Natal os visite e os encha com Sua Graça.
Com carinho
Comadre Nuit

O Yoga da Risada: Vamos Aprender esta Arte enquanto é Tempo?


"Me han contado sobre tres místicos chinos. Nadie conoce sus nombres. Se los conocía sólo como Los Tres Santos Reidores, porque nunca hacían ninguna otra cosa, solamente reían. Solían ir de una ciudad a otra, pararse en el mercado y largarse una buena carcajada visceral.
Estas tres personas eran realmente hermosas, riendo y con sus vientres agitándose. Era como un contagio, todo el mercado comenzaba a reir... Durante unos pocos segundos un nuevo mundo se abría.
Viajaban por toda China sólo ayudando a que la gente se riera. Gente triste, gente enojada, gente codiciosa, gente celosa: todos comenzaban a reir con ellos. Y mucha gente captó la clave: podemos transformarnos.
Sucedió entonces, en un pueblo, que falleció uno de los tres. Los pobladores dijeron: `Ahora habrá problemas. Su amigo ha muerto y deben llorarlo`, pero los dos estaban bailando, riendo y celebrando la muerte.
La gente del pueblo dijo: `Esto es demasiado. Estos no son modales. Cuando muere un hombre es profano reír y bailar`.
Entonces, los dos hombres dijeron: `No saben lo que ha sucedido. Nosotros tres pensábamos quién de los tres moriría primero. Este hombre ha ganado, estamos derrotados. Nos reímos con él toda la vida ¿cómo podríamos despedirlo de otra manera? Debemos reír, debemos disfrutar, debemos celebrar.` `Esta es la única despedida posible para un hombre que ha reído toda su vida. Y si no reímos, él se reirá de nosotros y pensará: `¡Tontos! ¿De modo que de nuevo han caído en la trampa? No pensamos que esté muerto. ¿Cómo puede morir la risa, cómo puede morir la vida?`.
Luego debían incinerar el cuerpo y la gente del pueblo dijo: `Lo bañaremos como lo prescribe el ritual`. Pero aquellos dos amigos dijeron: `No, nuestro amigo ha dicho que no hagamos ningún ritual y no cambiemos su ropa ni lo bañemos. Sólo que lo pongamos como está en la pira crematoria; por lo tanto, tenemos que seguir sus instrucciones`.
Y entonces, de pronto, sucedió algo muy importante. Cuando el cuerpo fue colocado sobre la pira, ese anciano hombre hizo su último truco. Había escondido muchos fuegos de artificio debajo de sus ropas y repentinamente hubo ¡diwali!. Entonces el pueblo entero comenzó a bailar. No era la muerte, era la nueva vida, una resurrección. Toda muerte abre una nueva puerta. Si cambias tu tristeza por celebración, entonces tú también serás capaz de cambiar tu muerte por resurrección. Aprende este arte mientras haya tiempo".
Fonte: Yoga: El Alfa y El Omega

Deixo para vocês uma grande gargalhada de celebração neste fim de tarde de domingo... Um dia mais, um dia menos, parafraseando Mestre Lucidor.
Que o Senhor nos abençoe!
Nuit

domingo, 29 de novembro de 2009

ONDE PROCURAR DEUS

Por Kabir
Onde me procuras?
Estou contigo.
Não nas peregrinações ou nos ídolos,
tampouco na solidão.
Não nos templos ou nas mesquitas,
tampouco na Caaba ou no Kailash.
Estou contigo, ó homem,
estou contigo.
Não nas preces ou na meditação,
tampouco no jejum.
Não nos exercícios iogues ou na renúncia,
tampouco na força vital ou no corpo.
Estou contigo, ó homem,
estou contigo.
Não no espaço etéreo ou no útero da Terra,
tampouco na respiração da respiração.
Procura ardentemente e descobre,
num instante único de busca.
Kabir diz: escuta, com atenção!
Onde está tua fé, lá eu estou.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A Bucha Vegetal para Limpeza em Geral: Adote esta Idéia


Para limpeza em geral, use esponjas de bucha vegetal! Esse é o slogan do projeto “A Bucha Vegetal Brasileira” que pretende ver as esponjas sintéticas, feitas de petróleo, hoje utilizadas na maioria das casas, estabelecimentos comerciais e indústrias brasileiras, substituídas por um produto biodegradável, que limpa sem arranhar e promete economia com uma durabilidade até seis vezes maior.
Essa fibra natural que possui diferentes propriedades (isolante térmico e acústico, pouco inflamável e de grande compactação), se apresenta como esponjas nas diferentes formas dos frutos da planta Luffa Aegyptiaca, originária da Ásia e trazida ao Brasil com a cultura africana. Justamente por sua propriedade de compactação, foi utilizada para embuchar armas de fogo na Guerra do Paraguai, de onde vem o nome vulgar “bucha”.
Passada a guerra e até os anos 1950, a bucha vegetal voltou a ser utilizada apenas para fins pacíficos como a limpeza em geral e corporal, vindo a perder espaço no mercado com o aparecimento dos produtos sintéticos. No entanto, ela vem recuperando terreno desde a última década do século XX, quando esteticistas e dermatologistas descobriram a sua utilidade como esfoliante para a pele e hoje já foram catalogados mais de 30 produtos de usos diversos.
Além da fabricação de esponjas, as fibras também podem servir para enchimento de bancos de carro, fabricação de papel, confecção de bonecas e tapetes e como isolante térmico.
As vantagens da bucha vegetal são muitas. Dentre elas, destaca-se a sua biodegradabilidade, já que as buchas sintéticas são feitas de petróleo e após o seu uso são descartadas nos aterros e lixões. Além do mais, as esponjas de bucha vegetal são mais duráveis e podem ser higienizadas, enquanto as sintéticas soltam pedaços e acumulam resíduos e gorduras em apenas poucos dias de uso, transformando-se em verdadeiras colônias de bactérias nas cozinhas e nos banheiros. Para limpar a bucha vegetal e prolongar a sua durabilidade, basta colocá-la de molho uma vez por semana em uma solução de cloro com água por 30 minutos, o que a deixa livre de bactérias e branquinha novamente.
fonte: http://www.oeco.com.br/

sábado, 31 de outubro de 2009

A Disciplina do Praticante

“Quero andar sempre na presença de Deus, desejar a intima união com Ele e lançar-me no Coração de Jesus com aspirações e comunhões espirituais. Tudo por Deus, para Deus e em Deus”. José Allamano.

Amados irmãos, estou lendo a vida de um santo italiano, padre José Allamano, chamado de “Pai de Apóstolos”, que renunciara a tudo para fazer a vontade de Deus, dedicando sua vida a servi-Lo. Desde cedo, no seminário, ocupava-se de uma espartana disciplina e já sacerdote, tornou-se Diretor espiritual de seminaristas, e ensinava a estes que a vida de um sacerdote devia ser santa, e ele era o primeiro a dar o bom exemplo. Ele os guiava com muita disciplina e os ensinava a conquistarem a santidade com todo o coração e a sentirem-se felizes porque eles tinham a Jesus Cristo. Os ensinou a pensar em Jesus Cristo ante qualquer tarefa, por exemplo, para a disciplina de acordar muito cedo os alentava a pensar que era o próprio Jesus Cristo que os chamava, então, que alegria, dizia ele, seria agrada-Lo, pois o sacrifício de mais um pouco de sono não é nada em comparação com a doce voz do amigo que vos chama!...
Sim, a sadhana fica leve quando a dedicamos ao Bem Amado, tudo o que fazemos podemos oferecer a Ele ou a Mãe Divina... Costumo, antes de começar uma faxina em casa, oferecer a Mãe Divina, e saibam, a dureza do trabalho transforma-se em contentamento porque deixa de ser uma obrigação para se tornar devoção... Experimentem, amados, e verão que o trabalho que menos gostamos tem o dom de se transformar em uma oferenda à divindade de nossa adoração.
Podemos agregar em nossa própria disciplina aquilo que os santos nos deixaram como legado; ler a vida de santos nos alimenta a alma na busca por Deus, porque nos nutre com seu santo exemplo, e permite que nossa mente compreenda que esta senda é estreita e necessita de séria disciplina.
Deus não haverá de se revelar aos fracos de vontade, senão aos resolutos e disciplinados; Deus não haverá de se revelar ao mesquinho em amor, senão ao que tenha amado muito e servido muito por amor!...
Assim, amados irmãos, o caminho que nos leva a Deus é um caminho estreito a nos exigir disciplina e persistência. É isto o que se espera de um aspirante a Deus, que se O busque com todas as suas forças e amor.
Rogo a Mamita que nos dê a boa disciplina, a persistência e o amor pela senda...
Assim amados, os convido a intensificarmos nossa sadhana, que sejamos dedicados filhos de Deus, que O busquemos através das nossas disciplinas práticas, da oração, da meditação, etc... e tambem que O procuremos em atividades cotidianas.
Com carinho
Comadre Nuit

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

A Consciência de Deus...

Deus reina em ti com a Sua graça; esforça-te, pois, por viver com Ele, como em cela fechada, dirigindo-Lhe constantemente aspirações e comunhões espirituais”. José Allamano

Amados, temos a felicidade de estar trilhando um caminho espiritual em que somos constantemente inspirados a despertar a consciência de Deus e, isto, é a glória, porque Deus é e será sempre a melhor companhia.
Pessoalmente, de uns anos para cá tenho melhorado muitíssimo minha relação com Deus, ou seja, aprofundando esta relação, que começou com a busca pelo autoconhecimento e ao dar comigo resgatei o anelo, a aspiração sagrada por Deus, da mesma forma que o pequeno riacho anela encontrar com o oceano... A alma humana anela por este sagrado encontro; feliz daquele que já despertou para esta consciência...
Tudo nos leva a Deus e falar de Deus não é piegas ou “carola” - como eu costumava chamar a quem falava de Deus, em minha ignorância infantil... heheheh Hoje falo de Deus porque me ajuda a menter-me com o pensamento n’Ele, e se pudesse resumir todo meu anseio, diria que o que me impulsiona é a aspiração por conhecer a Deus, a comungar com Deus...
Sabem amados, tenho aprendido que esta busca pelo Senhor pode se dar em meio a vida quotidiana, sem depender de nada externo, salvo a companhia de outros devotos para mantermos o ardor e a devoção, e é aí que entra a nossa caminhada comum, porque o propósito da senda espiritual já o sabemos: é conhecer a Deus, mas sabemos também que o caminho que leva a Deus é assaz longo e dificultoso, então, necessitamos nos acercar de pessoas que estejam empreendendo a mesma viagem para que não fraquejemos em nosso intento sagrado.
A companhia espiritual e a guia de um Mestre são necessárias porque nossa vontade ainda é fraca, nossa mente é muito indisciplinada e as distrações deste mundo são infindáveis. Sozinhos somos fracos, então, melhor trilharmos o caminho espiritual em grupo, em família, nos apoiando e animando.
Viver em Deus não é algo impossível. O amor por Deus é um nível da consciência que precisamos, com a ajuda de uma senda espiritual, despertar e treinar este amor através da concentração e da atenção ao agora, porque se Deus não está no agora não estará em nenhum lugar. Viver em companhia do Senhor é algo que se pode fazer treinando a mente a estar no momento presente, e oferecendo a Ele tudo o que fizermos, assim, tudo o que fizermos será abençoado, porque Deus estará em nosso pensamento.
O nosso desafio, quero dizer, o desafio de nosso tempo, é sermos aspirantes e discípulos que amam a Deus em meio a rotina da vida quotidiana, não nos retirando a um mosteiro ou uma gruta, não, nosso desafio é conciliar o espiritual com o material; o divino com o profano; a disciplinada busca por Deus com a falta de tempo do mundo moderno.
A vida com Deus é certamente muito mais feliz e significativa porque ganhamos um impulso que, como nos revela o Evangelho: “Se conhecesses o dom de Deus... Jerusalem, Jerusalém... se tu soubesses... felizes... bem-aventurados...”.
Sejamos felizes, amados, amando ao Senhor do Amor!
Com devoção
Comadre Nuit

sábado, 3 de outubro de 2009

Liminar Suspende a Licença Ambiental que autorizava a Exploraçao da Fosfateira em SC

Amados, temos uma boa notícia, a Licença Ambiental fornecida pela FATMA-SC para as empresas transnacionais visando a instalaçao da Fosfateira no município de Anitápolis foi SUSPENSA em uma liminar concedida pela juíza federal substituta Marjôrie Cristina Freiberger Ribeiro da Silvano, em na AÇÃO CIVIL PÚBLICA Nº 2009.72.00.006092-4/SC.
Veja o teor da liminar:

"Ante o exposto, DEFIRO EM PARTE A LIMINAR para suspender os efeitos da Licença Ambiental Prévia n. 051/2009 e impedir a instalação do Complexo de Fabricação de Superfosfato Simples no Município de Anitápolis/SC; conseqüentemente, determinar à FATMA que se abstenha de expedir a Autorização de Corte e às empresas rés de qualquer ato tendente à supressão de vegetação ou início das obras, até decisão final nesta ação.
Defiro apenas a notificação dos municípios extremantes com vocação turística e dos que compõem a Bacia Hidrográfica do Rio Braço do Norte, para que, querendo, integrem o polo ativo da ação, na qualidade de assistentes da parte autora: Rancho Queimado, Águas Mornas, Braço do Norte, Grão Pará, Rio Fortuna, Santa Rosa de Lima e São Ludgero.
Indefiro demais pedidos de notificação, por impertinentes, além de causar tumulto processual, e ser procedimento que a própria autora pode providenciar.
Intimem-se as partes desta decisão.
Expeçam-se as notificações.
Dê-se vista ao Ministério Público Federal.
Citem-se.
Florianópolis, 28 de setembro de 2009."

Temos o que comemorar! VIVA!
Que se faça Justiça! FATMA, estamos de olho!
Com amor
Nuit

sábado, 26 de setembro de 2009

VOTE NÃO À FOSFATEIRA EM SC

“Em sede de matéria ambiental, não há lugar para intervenções tardias, sob pena de se permitir que a degradação ambiental chegue a um ponto no qual não há mais volta, tornando-se irreversível o dano”. (Desembargadora Federal do TRF 1ª. Região Selene Maria de Almeida).

Por favor, PARTICIPE DO ABAIXO ASSINADO E PROTEJA O FUTURO DA MATA ATLÂNTICA, votando no site abaixo:

http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/4228

"O perigo do fosfato para seres vivos ocorre durante e depois da mineração, e por anos à frente. Minerar numa bacia hidrográfica é irresponsável, ainda mais nos dias de hoje, com a crescente escassez da água de qualidade. A mineração redistribui o fosfato, os metais, os sais, e o material radioativo anteriormente fixado no minério do fosfato. Em concentrações mais elevadas e liberadas no ambiente, estes se transformam em toxinas e degradam a qualidade de água, comprometen assim a saúde e aumentam o risco de vida, ainda mais intensamentemente de quem está em contato direto com a extração do minério." www.montanhaviva.org.br/images/riopinheiros.jpg

Segue o teor do abaixo-assinado, a ser entregue à FATMA/SC.
Juntos podemos mais!


EXMO. SR. DIRETOR PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DE SANTA CATARINA.

REF: PROCESSO FATMA 2431/060- PROJETO ANITAPOLIS- VIOLAÇÃO AO PRINCIPIO DA PUBLICIDADE- REALIZAÇÃO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

Considerando que os Municípios que fazem não parte da Bacia Hidrográfica do Rio Tubarão, não estão sendo contemplados no processo discussório em trâmite nesta Fundação, e que os impactos ambientais não ficarão circunscritos apenas na Vila São Paulo dos Pinheiros-, Municipio de Anitapolis e que certamente afetará a qualidade de vida e ambiental dos municipios pertencentes esta Bacia Hidrográfica;
Considerando que o estudo prévio de impacto ambiental (EIA) e o relatório de impacto ambiental (RIMA) estão previstos no artigo 225, § 1º, IV da Constituição Federal (CF/88) e são instrumentos importantes para aplicação dos princípios do desenvolvimento sustentável e da prevenção.
Considerando também que O EIA/RIMA por cuidar de interesse público, deve se pautar no princípio da publicidade e o órgão licenciador, com base nas Resoluções Conama N° 001 de 23.01.86 EIA/RIMA, e RESOLUÇÃO CONAMA Nº 237, de 19 de dezembro de 1997, deve solicitar audiência pública, de ofício ou a requerimento de entidade civil, do Ministério Público ou de 50 ou mais cidadãos, estando assim submetidos aos controles a) da sociedade; b) administrativo; e c) judicial.
Considerando ainda que no site http://www.projetoanitapolis.com.br/paginas/PriImpactos.html, acessado em 24 de março de 2009, e disponibilizado pela Empresa IFC, chama-nos atenção pela ausência de informação dos sérios danos que serão acometidos no Município, violando de forma clara o principio da publicidade, na medida em que a informação que se deseja passar é claramente mascarada.
Considerando também que no EIA/RIMA não está adentrando na questão dos impactos da atividade mineradora na Saúde do Trabalhador, e ainda e seus custos sociais e econômicos quando associados ao sistema previdenciário e ao sistema único de saúde que certamente serão demandados em toda fase do processo quer seja por eventual afastamento do trabalhador para tratamento de saúde, ou em razão de eventual invalidez, principalmente em razão do Decreto n.º 3.048, de 06 de Maio de 1999, com redação dada pelo Decreto nº 6.042, de 12 de fevereiro de 2007, que eleva a Pneumoconiose devida a outras poeiras inorgânicas especificadas a categoria de doença do sistema respiratório relacionadas com o trabalho sendo a exposição ocupacional a rocha fosfática (Z57.2), considerado como agente etiológicos ou fatores de risco de natureza ocupacional.
Vimos por meio deste abaixo assinado, requerer:
Com base no Art. 225 da Constituição Federal, requer deste diligente Órgão Licenciador, sejam adotadas todas as medidas legais no sentido de prevenir a destruição de espaços protegidos pela Legislação e fundamentais para o equilíbrio ecológico e a qualidade de vida da população.
Requer ainda, com base na RESOLUÇÃO/Conama/N.º 009, de 03 de dezembro de 1987, Art. 2º, seja ainda requerida a realização de audiência pública não apenas nos Municípios de Anitápolis e Lages, mas também em todos municípios que fazem parte da Bacia Hidrográfica do Rio Tubarão, sob pena de nulidade de todo processo.

Denúnica: Uma Fosfateira em Santa Catarina??? Estamos de Olho!



A fosfateira no rio do Pinheiro, em Anitápolis, foi eleita como a jazida que irá abastecer de fosfato toda demanda de fertilizantes, além de prover empregos necessários para uma região carente do Estado de SC. Ou seja, uma iniciativa importante para trazer o progresso. Emprego é uma palavra mágica. Argumento quase religioso para permitir qualquer ação política que tenha consequências pouco ponderadas a médio e longo prazo.

O que não é dito, porém, é que a região onde será instalado tão benéfico empreendimento está próxima às nascentes do rio Braço do Norte. Região composta, portanto, por inúmeras famílias de pequenos proprietários que praticam a agricultura familiar e orgânica (que, por sinal, dispensa esse tipo de fertilizante e tem ótima empregabilidade) .

Os municípios de Santa Rosa de Lima, Anitápolis, Rio Fortuna e Braço do Norte são responsáveis por uma considerável fração da produção hortigranjeira catarinense. Inclusive a produção de orgânicos é a que mais cresce junto ao mercado consumidor, principalmente internacional.

Apesar das iniciativas contrárias da mídia, as pessoas estão se informando cada vez mais e não é todo mundo que está disposto a consumir produtos com agrotóxicos ou que promovam o desgaste da terra e poluição da água. Além disso, para ser instalada, uma barragem será construída no rio Pinheiros e 247 hectares (equivalentes a 350 campos de futebol) de mata atlântica serão suprimidos. Isso sem falar na água necessária para o funcionamento da empresa.

A exploração da jazida de fosfato em Anitápolis tem um impacto tremendo que faz com que a suposta geração de emprego e impostos seja o menor deles. Os custos ambientais e de saúde reverterão gastos para o Estado (para todos, portanto) em que, ao fim e ao cabo, zerarão ou tornarão negativos os supostos ganhos econômicos da região.

A Agência de Proteção Ambiental Americana (EPA) tem, em seu site, informações muito úteis que não foram em nenhum momento mencionadas no relatório de impacto ambiental apresentado pela Bunge/Yara. Uma delas é de que a exploração de jazidas de fosfato similares nos EUA resultou em contaminação por radioatividade e metais pesados nos lençóis freáticos e na atmosfera. Isso porque para a produção de uma tonelada de ácido fosfórico é necessária a produção de quatro toneladas e meia de um subproduto chamado sulfato de cálcio, que vem acompanhado de altas concentrações de radionuclídeos.

Ao longo do processamento do fosfato, quantidades imensas de sulfato de cálcio são depositadas em montes que a mineradora chama de “rejeito” e que as empresas divulgam como sendo material que não será usado. Os radionuclídeos são partículas que ficam livres no ar e na poeira. Podem ser respirados pela população e ser depositados na agricultura, e lagos e rios locais.Se a preocupação do poder público é gerar empregos, sugiro investir em isenção fiscal para a produção de orgânicos e agricultura familiar, a exemplo da recente ação do governador Luiz Henrique para ajudar os produtores de suínos do Estado.

Uma política pública responsável é aquela capaz de pensar benefícios a curto, médio e longo prazo. Não se preocupar com resíduos, lixo e uso de água, de determinada iniciativa, é, no mínimo, razão de responsabilidade civil. O custo para a saúde dos moradores da região deve ser uma preocupação do poder público, salvo se os compromissos assumidos sejam com outros grupos que não com a sociedade catarinense.

Aí o esforço em trazer uma empresa como essa para Anitápolis se explica. Empresa, inclusive, que não consegue no seu país de origem desenvolver iniciativa semelhante. Será que os noruegueses não estão interessados nas divisas possíveis da Bunge/Yara? Ou eles percebem que o custo-benefício não é tão atrativo? Nunca há uma única alternativa para resolver os problemas sociais de uma região. O inaceitável é que a alternativa eleita seja uma que traga mais prejuízos que soluções.

Dia 20 de setembro haverá uma mobilização no trevo de Anitápolis. É urgente que a sociedade busque entender o impacto desse empreendimento e, a partir disso, tome uma posição autônoma e não de senso comum gerada por alguma campanha milionária de publicidade.

Por Samantha Buglione, Professora de direito e do mestrado em gestão e políticas públicas da Univali, doutora em ciências humanas http://mataatlantic%20asc.blogspot.%20com/2007/%2005/projeto-%20anitpolis-%20fosfateira-%20e-o-risco.%20htmln

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Limpeza Ecológica da Casa




Produtos comuns na limpeza da casa no passado, como vinagre, bicarbonato de sódio, óleo e limão tiveram seu uso com essa finalidade esquecido. Este é o momento ideal para recuperá-los. Além de baratos, eles livram os ambientes da química.

ÓLEO DE COZINHA

A opinião dos especialistas: os óleos vegetais, como os de oliva, girassol e linhaça, servem para dar brilhoProdutos de limpeza que substitui: lustradores de móveis
Químicas eliminadas na substituição: formaldeído e solventeDicas de como usá-lo:
Para manter janelas e esquadrias de alumínio brilhando – é só limpá-las uma vez por mês com uma mistura de óleo de cozinha e álcool em partes iguais. Em seguida passe um tecido macio ou flanela com óleo e faça o polimento
Para limpar e lustrar móveis de madeira – Junte duas xícaras de óleo ao suco de um limão. Use um tecido suave para aplicar a misturaEconomia em dinheiro com a troca de produtos*: 65%

SUCO DE LIMÃO

A opinião dos especialistas: a acidez do limão remove a sujeira e as manchas de ferrugem. Misturado ao sal, forma uma pasta especialmente potente na limpeza doméstica. Produtos de limpeza que substitui: água sanitária e removedores de manchas e ferrugem. Químicas eliminadas na substituição: cloro e solvente.
Dicas de como usá-lo:
Para remover a gordura das louças – pode-se adicionar um quarto de xícara de chá de limão direto no frasco de detergente ou diluí-lo em água e aplicar a mistura sobre o material a ser limpo
Para tirar a ferrugem de objetos como talheres e grelhas – esfregue suco de limão com uma palha de aço
Para remover manchas de suco e molho de tomate em tecidos – esfregue a mancha com limão, enxágue e deixe secar. Se ainda houver vestígios, molhe a peça em uma solução de um quarto de xícara de água morna, meia colher de chá de detergente e uma colher de sopa de vinagre branco por quinze minutos. Enxágue e lave.
Para alvejar roupas amareladas – Coloque-as de molho em água com pedaços de limão. Elas ficarão cheirosas e sem aparência desbotadaEconomia em dinheiro com a troca de produtos: 67%

VINAGRE

A opinião dos especialistas: de todos os limpadores naturais, o vinagre branco é o campeão da limpeza – graças a sua acidez, combate de mofo a gordura e odores fortes.Produtos de limpeza que substitui: detergentes, amaciantes e limpadores multiuso. Químicas eliminadas na substituição: cloro, amoníaco, formaldeído e soda cáustica.
Dicas de como usá-lo:
Para limpar tapetes e carpetes – a cada litro de água, acrescente duas colheres de sopa de vinagre.
Para eliminar cheiro de mofo em armários – coloque uma bacia ou assadeira com vinagre branco puro dentro do móvel vazio. Deixe pernoitar.
Para retirar o cheiro de urina e fezes deixado pelos bichos de estimação – aplique uma solução de dois terços de água morna e um terço de vinagre branco. Depois passe um pouco de vinagre puro sobre o local e deixe secar naturalmente.
Para limpar o fogão depois de uma fritura – deixe um pouco de vinagre sobre a gordura quinze minutos antes de começar a limpeza.
Para remover o mofo dos azulejos – Aplique uma boa quantidade de vinagre branco puro com uma escova de dentes velha. Deixe-o agir por duas horas e, depois, lave a superfície com água e sabão
Para a limpeza do vaso – Despeje o vinagre e deixe-o agir por trinta minutos, depois borrife bicarbonato de sódio em uma escova apropriada e esfregue as áreas manchadas.
Para limpar janelas e espelhos – Dilua três colheres de vinagre em 10 litros de água quente. Se o vidro estiver muito sujo, limpe-o primeiro com água e sabãoEconomia em dinheiro com a troca de produtos: 32%

BICARBONATO DE SÓDIO

A opinião dos especialistas: ótima opção para absorver odores e para a limpeza da cozinha. É importante usar luvas ao manejá-lo.
Produtos de limpeza que substitui: água sanitária e detergenteQuímicas eliminadas na substituição: cloro e formaldeídoDicas de como usá-lo:
Para limpar o forno – passe com um pano uma solução de água quente com bicarbonato de sódio.
Para desentupir ralos com gordura – Use uma xícara de sal, uma xícara de bicarbonato de sódio e uma chaleira de água fervendo.
Para a limpeza interna da geladeira – água misturada com bicarbonato de sódio e sabão é uma boa solução.
Para limpar recipientes plásticos manchados – esfregue uma pasta de suco de limão e bicarbonato de sódio.
Para limpar pias de aço inoxidável – basta esfregar a superfície com bicarbonato de sódio e depois enxaguar.
Para soltar alimentos incrustados em panelas ou assadeiras – misture água quente e bicarbonato de sódio. Quando o alimento se soltar, esfregue com uma esponjaEconomia em dinheiro com a troca de produtos: 63%*
*Economia média na comparação com produtos industrializados.


sábado, 12 de setembro de 2009

Voes, ó Borboleta!


Vem, borboleta faceira
Revoar neste céu
Brincar com a chuva
Atravessar ao véu...

Não temas a chuva
Ela pesa em tuas frágeis asas?
Pois deixa que te acariciem as gotas
A lavar-te de toda densidade vil!
Sê valente,
Ó borboleta esvoaçante
Atravesses o denso véu
E voes em claro céu!

Voes, ó borboleta do amor!
Não temas a chuva, nem o vento
Eles te vão fortalecer as asas
O céu é real, mas é tomado à força!

Voes, ó borboleta arco-iris
Atravesses o véu, alces voo...
Bata tuas asas de amor e liberdade!
Voa!

Por Nuit Sandoval

domingo, 6 de setembro de 2009

Não desistas, Por Mario Benedetti

Suporta, ainda há tempo
Para alcançares e começares de novo,
Aceita tua sombra, Sepulta teus medos,
Liberta o lastro,
Retoma o voo.
Não desistas porque a vida é isso,
Continua a viagem
Persegue teus sonhos,
Liberta o tempo
Contorna as ruínas,
E descobre o céu.
Não desistas, por favor, não cedas,
Ainda que o frio queime,
Ainda que o medo corroa,
Ainda que sol se esconda,
E se cale o vento,
Ainda há fogo em tua alma
Ainda há vida em teus sonhos.
Porque a vida é tua e é teu também o desejo
Porque tu tens amado e porque te amo
Porque existe o vinho e o amor, com certeza.
Porque não há feridas que não se curem com o tempo.
Abre as portas,
Remove os ferrolhos,
Abandona as paredes que te protegem,
Vive a vida e aceita o desafio,
Recupera o sorrisoEnsaia uma canção,
Baixa a guarda e estende as mãos
Abre as asas
E tenta novamente
Celebra a vida, recupera o paraíso.
Não desistas, por favor, não cedas,
Ainda que o frio queime,
Ainda que o medo corroa,
Ainda que o sol se ponha e se cale o vento,
Ainda há fogo em tua alma, Ainda há vida em teus sonhos
Porque cada dia é um novo começo,
Porque esta é a hora e o melhor momento.
Porque tu não estás só, porque eu te amo.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Era uma vez um Pinheiro...






Amados, hoje vou lhes cotar a história de um Pinheiro, de um ser muito amado que acompanha minha familia há mais de trinta anos que, desde seu posto no quintal aqui de casa, sempre silencioso nos irradia sua fortaleza e beleza.
O conheci já adolescente vindo de visita a casa de minha avó em Lages (nesta época vivia com meus pais e irmãos no interior do Rio Grande do Sul) e lembro-me dele um adolescente (assim como eu.. heheheh). Anos depois, quando meu Pai desencarnou, vim com minha mãe e irmãos para Lages para estudar e trabalhar e nos foi construida uma pequena casa nos fundos, atras do querido Pinheiro, que hoje está um grande Pinheiro, e destoa em seu tamanho com o pequeno espaço no quintal... heheheh
Acontece, que há pouco tempo os vizinhos decidiram ampliar uma construção e os galhos do Pinheiro passavam para o lado dos vizinhos e por conta disto vieram pedir para a minha Tia para que fosse derrubado porque os estava atrapalhando. Pasmem!
Assim, veio a minha Tia nos comunicar que ia deixar que o abatessem para não se incomodar com os vizinhos, apesar de estar sentindo-se pesarosa porque o Pinheiro foi plantado pelo seu Pai, já desencarnado. Ah, queridos, não sabem a fera que me tornei.. heheheh: Não, o Pinheiro ninguém corta, afirmei. E demovi minha Tia da idéia de permitir que o cortassem, dizendo-lhe que este era um motivo que valia a pena se incomodar, porque aquele Pinheiro era um ente de nossa família, ou uma testemunha de nossa existência, que fora plantado pelo meu Avô e que merecia continuar ali testemunhando nosso futuro. E logo fomos buscar uma solução jurídica e oferecemos ao vizinho cortar os galhos que passam para o seu lado e só! Eles não ficaram muito satisfeitos, mas quê! hehehe
O Pinheiro continua esbelto, feliz e mais vivo do que nunca. Sabem de uma coisa, neste inverno ele, ou ela... hehehe produziu tanto pinhão como nunca. Fiquei muito emocionada – mesmo não comentando isto com ninguém até agora – percebi a gratidão deste Ser tao amado em o deixarmos viver nos regalando com o seu fruto, o mais saboroso que já provei.
Ah! Pinheiro amado, hoje dedico-lhe minha reverência e profundo amor... Hoje em tua idade adulta, fecunda e produtiva, nos nutre com teu fruto e com tua presença forte a nos ensinar a Fortaleza e luta pelo que vale a pena. Alem disto, ele serve de abrigo para inúmeros pássaros que vem cantar seu amor à Vida, a nos lembrar a sensível Vida de todos os reinos que nos estão próximos e sempre presentes.
A Mãe divina está em todos os Seres e nos chega através deles, nos ensinando, nos nutrindo, nos emocionando, nos alentando a um futuro em que todos os reinos viverão em harmonia e amor mútuo.
Gracias Pachamama por estares tão perto de nós através destes amados Seres.
Com amor e reverência
Nuit Sandoval

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

VENDEDORES DE MEDO

Amados e amadas, recentemente estamos acompanhando a "paranóia" que se tem armado em torno da Gripe Suina, instando ao medo coletivo. Os convido a refletirmos sobre esse "medo" em massa que alguns setores estao disseminando na população, pois estão nos alarmando e nos vendendo um "perigo" que nem sabemos ser real, e isto nos leva ao uma reflexao de quem está por detras de tudo isto, pois há um setor que ganha milhoes de dólares com este medo nas pessoas, falo dos Laboratórios Farmacêuticos. Eles ganham muitissimo com a paranóia da doença, mas somos seres feitos para ter saúde e não doença... A doença é produto do medo, então, amigos, tenhamos o bom senso de pensar por nós mesmos e não aceitarmos uma lógica que se nos impõe e que gera um comportamento de medo.
Sugiro a leitura da entrevista abaixo, publicada na Revista Época, do ex funcionário de um grande Laboratório, que foi demeitido ao questionar suas práticas imoras e ilegais.
"Não há interesse em desenvolver medicamentos que possam acabar com doenças conhecidas há décadas", esta é uma das frases mais impactantes desta entrevista.
No sistema do capital, a doença dá lucro, a saúde não.
Boa Leitura
Com carinho,
Nuit

“NÃO CONFIE NOS LABORATÓRIOS”
- Peter Rost -

O EX-EXECUTIVO DA PFIZER DIZ QUE AS PRÁTICAS DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA
SÃO ILEGAIS E ANTIÉTICAS

Esta semana, a revista Época publica uma brilhante e elucidativa entrevista sobre como agem e o que buscam as indústrias farmacêuticas. Isto é o que está por trás de muitos ataques que a Homeopatia e as farmácias de manipulação recebem através da grande imprensa e do órgão governamental (ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que deveria zelar pela sua saúde antes de zelar pelos interesses financeiros dos gigantes da indústria farmacêutica. Leia com muita atenção esta entrevista, pois cada parágrafo mostra detalhes que o público em geral deveria desconhecer.
A entrevista foi concedida a Suzane Frutuoso:
Escritor sueco Peter Rost tornou-se o pesadelo da indústria farmacêutica. Ele foi demitido do cargo de vice-presidente de Marketing da Pfizer em dezembro de 2005, depois de acusar a companhia de promover de forma ilegal o uso de genotropin, um hormônio do crescimento. A substância era vendida como um potente remédio contra rugas. A empresa teria faturado US$ 50 milhões com o produto em 2002. No fim da década de 90, quando era diretor da Wyeth na Suécia, Rost denunciou também uma fraude na companhia: sonegação de impostos. Ele diz que agora se dedica a escrever o que sabe contra a indústria em seu blog e em livros. No começo do ano que vem, ele lançará Killer Drug (Remédio Assassino), história de ficção em que um laboratório desenvolve armas biológicas e contrata assassinos para atingir seus objetivos. “Mas eu diria que boa parte é baseada em fatos reais”, afirma.

ÉPOCA – O senhor comprou uma briga grande…Peter Rost – Eu não. A diretoria da Pfizer é que começou a briga. Eu fazia meu trabalho. Certa vez, presenciei uma ação ilegal e cheguei a questioná-la. Fui ignorado. Quando falei o que sabia, eles me demitiram.

ÉPOCA – Depois das denúncias, houve algum tipo de ameaça?Rost – Há cerca de um mês recebi uma, de um empresário indiano ligado ao setor. Ele disse que daria um jeito de acabar comigo. Nunca recebi ameaças das companhias. Elas são espertas demais para se expor desse jeito.

ÉPOCA – Como a indústria farmacêutica se tornou tão poderosa?Rost – Eles ganham muito dinheiro, cerca de US$ 500 bilhões ao ano. E podem comprar a todos. Os laboratórios se tornaram donos da Casa Branca. O governo americano chega a negociar com os países pobres em nome deles. Como isso é feito? Os Estados Unidos pressionam esses países para que aceitem patentes além do prazo permitido (15 anos em média). Quando a patente se estende, os países demoram mais para ter acesso ao medicamento mais barato. E, se as nações pobres não aceitam a medida dos americanos, correm o risco de sofrer retaliação e de nem receber os medicamentos. Essa atitude é o equivalente a um assassinato em massa. Pessoas que dependem dos remédios para sobreviver, como os soropositivos, poderão morrer se o país não se sujeitar a esse esquema.

ÉPOCA – O Brasil quebrou a patente do medicamento Efavirenz, da Merck Sharp & Dohme, usado no tratamento contra a aids. O governo brasileiro acertou?Rost – Sim. O governo brasileiro não tinha escolha. Ele tem obrigação com os cidadãos do país, não com as corporações internacionais preocupadas com lucro. O que é menos letal? Permitir que a população morra porque não tem acesso a um remédio ou quebrar uma patente? Para mim, é quebrar a patente. A lei de patente foi justamente estabelecida para incentivar a criação de medicamentos. Seria uma garantia para que os laboratórios tivessem lucro por um bom tempo e uma vantagem em troca de todo o dinheiro empregado durante anos no desenvolvimento de uma droga. Mas, se bilhões de pessoas estão sem tratamento, porque as patentes estão sendo prolongadas e os medicamentos continuam caros, há sinais de que a lei não funciona. Ela foi feita para ajudar, não para matar.

ÉPOCA – As práticas de venda da indústria farmacêutica colocam em risco a saúde da população mundial?Rost – Não tenha dúvida. Basta lembrar o caso do Vioxx, antiinflamatório da Merck Sharp & Dohme retirado do mercado em 2004 por causar ataque cardíaco em milhares de pessoas pelo mundo.

ÉPOCA – Então, não podemos mais confiar nos laboratórios?Rost– Não, não podemos confiar. A preocupação principal deles é ganhar dinheiro. As pessoas têm de se conscientizar disso. Cobrar posições claras de seus médicos, que também não são confiáveis, pois seguem as regras da indústria. Eles receitam o remédio do laboratório que lhes dá mais vantagens, como presentes ou viagens. É uma situação difícil para o paciente. Por isso, é importante ter a opinião de mais de um médico sobre uma doença. E checar se ele é ligado à indústria. Como saber? Verifique quantos brindes de laboratório ele tem no consultório. Se houver mais de cinco, é mau sinal.

ÉPOCA – Os laboratórios são acusados de ganhar dinheiro ao lançar remédios com os mesmos efeitos de outros já no mercado. O senhor concorda com essas acusações?Rost – Sim. Eles desenvolvem drogas parecidas com as que já estão à venda. Não necessariamente são as mesmas substâncias químicas. No geral, são as que apresentam os mesmos efeitos colaterais. É por isso que existem dezenas de antiinflamatórios e de antidepressivos. É muito fácil criar um remédio quando já se conhecem os resultados e as desvantagens para o paciente. O risco de falha e de perder dinheiro é muito baixo. Os laboratórios não estão pensando no benefício do paciente. É pura concorrência.

ÉPOCA – É por isso que não se investe em tratamentos para doenças como a malária, mais comuns em países pobres?Rost – Não há interesse em desenvolver medicamentos que possam acabar com doenças conhecidas há décadas. Os países pobres não podem pagar essa conta. O Brasil é visto pela indústria farmacêutica internacional como um mercado pequeno. Ela se baseia em dados de que apenas 10% dos brasileiros têm condições de pagar por medicamentos. Para eles, esse número não significa nada.

ÉPOCA – Segundo uma teoria, os laboratórios “criam” doenças para vender medicamentos. Isso é real?Rost – É o caso da menopausa. Sei que as mulheres passam por problemas nesse período da vida. Mas não classifico a menopausa como doença. As mulheres usam medicamentos com estrógeno para amenizar calores e melhorar a elasticidade da pele. Os laboratórios se aproveitaram dessas reações naturais da menopausa e as classificaram como graves. Quando as mulheres tomam os remédios, sofrem infarto como efeito colateral.

ÉPOCA – As práticas ilegais da indústria farmacêutica são piores que as de outros setores, como o de tecnologia?Rost – Sim, porque os laboratórios lidam com vida e morte. Você não vai morrer se a televisão ou o DVD não funcionarem direito.

ÉPOCA – Não devemos levar em consideração que, hoje, graças à pesquisa dos laboratórios, foi descoberta a cura para várias doenças e há maior qualidade de vida?Rost – Claro que sim. Os laboratórios fizeram muita coisa boa. Em troca de muito dinheiro.

QUEM É PETER ROST
Médico, ex-vice-presidente de Marketing da Pfizer. Demitido por denunciar práticas ilegais do laboratório. Ganhou US$ 35 milhões no processo contra a empresa.
VIDA PESSOALCasado e pai de dois filhos, nasceu na Suécia e mora nos Estados Unidos
O QUE PUBLICOUThe Whistleblower: Confessions of a Healthcare Hitman (O Denunciante: Confissões de um Combatente do Sistema de Saúde), lançado em 2006 nos EUA e inédito no Brasil (mal traduzido: o certo seria Confissões de um Assassino da Saúde).

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Uma Receita da Mestre Cuca Amankay Sandoval

Amados sandovalitos, temos a desculpa que precisavamos para testar uma receitinha nova na cozinha - que a mim pareceu uma delicia - uma Cuca Integral, contribuição da querida irmã Amankay Sandoval, testada e aprovada por ela - é bom irmos testando apra quando Setembro chegar e com ele a Prática dos 21 dias, não é Amankay querida?

Anotem, por favor, os ingredientes da Cuca Integral:

Calda
500ml de água
½ colher de chá de canela em pó
100ml de óleo de girassol
04 ameixas s/caroço picadas
02 copos de açúcar mascavo (copo americano)
Preparo: Coloque tudo no liquidificador e aperte o botão pulsar por 3 vezes.

À parte, em uma bacia:
01 copo farinha de trigo
02 copos de farinha integral
01 copo de aveia média
01 colher cheia de sopa de fermento químico (monopol)
02 colheres de sopa cheia de castanha do Pará

Preparo: Misture as farinhas, junte os líquidos do liquidificador e por último o fermento.

Farofa

01 copo farinha integral
01 copo de açúcar mascavo
01 copo de farinha de trigo
01 copo de aveia grossa
½ colher de chá de canela em pó.

Misturar tudo colocando óleo e água para dar o ponto. Atenção: não colocar muita água.

Levar ao forno +ou – 40min, dependendo do forno.

Bom apetite!! É uma delícia!!!

Amankay Sandoval

sexta-feira, 31 de julho de 2009

EU TE AMO, PACHAMAMA!


Amanhã – 1º de Agosto – é o dia que os Andinos e nós da Mística Andina celebramos o Dia de Pachamama, dia da nossa amada Mãe Terra, nossa Mãe Divina, nossa deusa... Na Mística Andina aprendi a ser devota Àquela que nos cuida, nos nutre, nos ensina, e nos ama. Aprendi a sentir ao Ser que anima este Planeta; aprendi a escutá-la em seus ciclos, nas estações do ano, em seus sussurros amorosos que não deixam de nos alcançar a todo momento.

Este é o dia para sermos gratos e renovarmos nossa devoção a Ela que tudo nós dá, inclusive a experiência de evoluirmos desde a sombra até a luz, desde a matéria até o espírito. Neste dia, nossa família da Mística Andina se reúne em celebração e oferenda, em gratidão pelas bênçãos recebidas durante o ano e onde se renovam os pedidos para o ano que se inicia.

Escrevo estas palavras como uma homenagem à Mãe Divina, lembrando do que nos ensina nosso Maestro Lucidor Flores, de que Ela só requer um pouco de nosso amor, pois só um intento de enamorá-la já a põe fervorosa, pois segundo ele, Deus é assim: nós damos um instante de atenção e ELE nos chove com a sua Graça, sendo sua Graça a vitamina que nos dá felicidade, e isto – nos ensina o Mestre - se logra com amor devocional. Amor é o que temos aprendido: amor em nossas relações, amor nos negócios, amor na família e amor à Pachamama, à Mãe da Vida. Amor ao Senhor do Amor!

Assim, queridos, cantemos nosso amor à PACHAMAMA em uma oferenda devocional, irradiando-lhe nosso amor e abrindo-se ao amor que Ela faz descer a ti como chuva de bênçãos, na forma de um corpo saudável, de trabalho, de amores, de amigos, de alimento, de remédios, de tudo o que precisamos.

Amados, vamos expandir o amor à Pachamama e sermos gratos neste dia e em todos os dias de nossa existência, pois ser grato é estabelecer uma comunicação com Pachamama, o que ocorre no coração e desde ali se expande, se comunicando com a íntima Vida. Abre-te a dar e a receber: Pachamama é uma Mãe carinhosa, abundante, sábia, compassiva, de beleza sem igual, e o único que nos pede é nosso AMOR.
Vamos companheiros cantemos com uma só voz:
PACHAMAMA EU TE AMO, EU TE AMO PACHAMAMA!E que este amor se sinta em todo o Planeta, em todo o Cosmos, pois enquanto houver este amor há esperança...
Com infinito amor a Mãe da Vida Una,
Nuit Sandoval

quinta-feira, 30 de julho de 2009

MÍSTICA ANDINA EM FLORIANÓPOLIS CONVIDA:



CELEBRAÇÃO DO DIA DE PACHAMAMA

DATA: 1º.08.09, Sábado, 15:00 h
LOCAL: ASHRAM RED RIVER (Rua Alta Lucas, nº 786 – Rio Vermelho – Florianópolis)

Levar: - Flores para a oferenda;
- Um lanche para compartilharmos.


TRILHA ESPIRITUAL

DATA: 02.08.09, Domingo, às 10:00 h
LOCAL: Trilha Morro do Urubu

Saída: Nos encontramos na casa de Kuichi Sandoval, na Servidão Cravo Branco, 264 – Campeche

ME ABRAÇA QUE É DE GRAÇA

Maratona de Abraços
e Divulgação dos 21 DIAS

DATA: 02.08.09, Domingo, à tarde
LOCAL: Feirinha do Centro da Lagoa

Levar: Sua camiseta “Me Abraça que é de Graça” e muitos abraços.


INFORMAÇÕES: 3223-5747, 8803-8500 e 9909-8707
www.misticaandina.com.br

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Num Oásis de Silêncio... (Por Nuit Sandoval)

Procuro o poder em mim mesma e não o encontro:
Onde o perdi?
Misérias me assombram, vem e vão, fechando o círculo...
Contudo, há algo impertubável que testemunha e
Observa este vai e vem...
Ali, detrás do pensamento, sorri de minha confusão
Algo em mim, de infinito deleite, ali, detrás da febril procura
Está sempre a sorrir
Num oásis de silêncio e cristalino existir...
Tento me aproximar, peço permissão
E a porta se abre...
Num instante acesso um espaço de leve euforia
Um oásis tranqüilo em meio a um barulhento mundo
Ali sento-me, e esfumaçam-se as preocupações
Onde as memórias parecem memórias
E os temores parecem tremeluzentes sombras
Ali onde acendem-se as luzes...
A confiança se apresenta e me oferece uma taça de vinho
E a alegria canta estórias de um mundo distante,perdido em brumas...
De um mundo duplo, uma adjacência
De onde vem os heróis,
Que sua Terra Natal encontraram
Um canto de liberdade...

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Por que Reciclar o Óleo de Cozinha Saturado?


Entre os principais efeitos danosos dos óleo saturados lançados indevidamente so meio ambiente estão a formação de uma película superficial que dificulta a troca gasosa entre o ar e a água, a vedação dos estômatos das plantas e órgãos respiratórios dos animais, a impermeabilização das raízes de plantas e a sua ação tóxica para os seres aquáticos.
Os óleos vegetais, em quantidades exageradas, na água (rios, lençóis, lagoas e etc) provoca um aumento excessivo na quantidade de nutrientes (fósforo e nitrogênio) favorecendo a proliferação de determinadas algas e conseqüente eutrofização (Figura 5), o que causa a morte de peixes e outros animais, além de odor e aspecto extremamente desagradáveis (Ballão, 2003).

Por Que Reciclar?
Alternativas para Reciclagem de Óleo Saturado
Estimativas indicam que apenas 1% do óleo usado no mundo é tratado. A alternativa mais utilizada é a fabricação de sabão, podendo até mesmo ser feito de forma doméstica.
O óleo de cozinha, de soja, girassol ou canola, freqüentemente usada em frituras, pode ser muito prejudicial ao meio ambiente e se jogado pelo ralo da pía (rede de esgoto) causa entupimentos, havendo a necessidade do uso de produtos químicos tóxicos para a solução do problema, agredindo ainda mais o meio ambiente. Alguns estabelecimentos ou mesmo residências ainda continuam jogado óleo utilizado na cozinha na rede de esgoto, desconhecendo os inestimáveis prejuízos que o fato pode causar ao meio ambiente. Jogar o óleo na pia, em terrenos baldios ou no lixo acarreta em problemas como:
o óleo fica retido além de ficar no encanamento, causando entupimento das tubulações, além de aumenta, estimadamente, em 45% os custo de tratamento dos efluentes;
quando não há um sistema de tratamento de esgoto, o óleo acaba se espalhando na superfície dos rios e das represas, podendo causar sérios danos à fauna aquática;
o óleo além de ficar no solo, provocando a impermeabilização dos leitos e terrenos contribuindo com as enchentes, ou entra em decomposição, soltando gás metano durante esse processo, causando mau cheiro, além de agravar o Efeito Estufa.
Não jogar óleo em fontes de água, na rede de esgoto ou no solo é uma questão de direitos e deveres do cidadão com as futuras gerações. Sendo que estas atitudes são uma maneira de cada um fazer sua parte, contribuir desta forma, para a preservação do meio ambiente através da redução da quantidade de resíduos de gordura que são destinados de forma inadequada.

Nosso Projeto Sandoval: Reciclagem de Óleo de Cozinha Saturado

Salve amados Sandovalitos!
Comunicamos que nosso projeto já está em andamento, tendo vários pontos de coleta, inclusive aproveitando os pontos de coleta já existentes em várias cidades, como Porto Alegre, Florianópolis.
Pedimos a todos os Sandovalitos para que estimulem a coleta do oleo saturado em suas proprias casas, de seus parentes, vizinhos e amigos e, se puder, seja um ponto de coleta para sua comunidade, encaminhando para um ponto de coleta autorizado de sua cidade.
Se você quiser saber de um ponto de coleta em sua cidade, por favor nos escreva, que tentaremos ajudar.
Mais informações sobre o projeto podem escrever para o email: aldanice@yahoo.com.br
Com carinho
Comadre Nuit

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Espectros, (Walt Whitman)

Com um vidente deparei,
Passando pelos matizes e objetos do mundo,
Os campos da arte e do conhecimento, prazer e sentidos,
Coligindo espectros.

Introduz teus cantos, ele disse,
Não mais a hora confusa nem o dia, nem segmentos, partes, introduz,
Começa, antes dos demais, como a luz para todos e por todos a canção de entrada,
Aquela dos espectros.

Sempre o pálido começo,
Sempre o crescimento, o arredondamento do círculo,
Sempre o ápice e o análgama afinal (para o certo recomeço).
Espectros, espectros!

Sempre mutáveis,
Sempre materiais, transformando-se, fazendo-se em migalhas readerindo,
Sempre os ateliês, as fábricas divinas,
Editando espectros.

Veja-se, eu ou tu,
Ou mulher, ou homem, ou estado, conhecido ou ignorado,
Nós parecemos sólida riqueza, força, beleza construída,
Mas de fato erguemos espectros.

A ostentação evanescente,
A substancia do humor de um artista ou a longa observação da savana,
As armadilhas de um guerreiro, de um mártir, de um herói,
Para talhar seu espectro.

Toda a vida humana,
(As unidades juntas, protegidas, nem um pensamento, a emoção, a realização, deixados de fora)
O todo ou o grande ou o pequeno somado, adicionado,
Sem seus espectros.

O velho, o antigo anseio,
Baseado nos clássicos pináculos, veja os novos, mais altos pináculos,
Da ciência e do moderno ainda impelidos
Pelo velho, antigo anseio, espectros.

O presente. aqui e agora,
Da América, o ocupado, o prolífico, o intrincado turbilhão,
De agregado e segregado, porque dali apenas deixando ir,
Os hodiernos espectros.

Esses com o passado,
De terras esvaecidas, de todos os reinos de reis de além mar,
Velhos conquistadores, velhas campanhas, velhas viagens de marinheiros,
Juntando-se espectros.

Densidades,crescimento, fachadas,
Estratos de montanhas, terras, rochas, árvores gigantes,
Nascidos à distância, à distância morrendo, vivendo longamente, para deixar,
Espectros perpétuos.

Exaltado, arrebatado, extático,
O útero visível, mas deles desde a origem
De esféricas tendências para talhar, talhar e talhar,
A poderosa Terra-espectro.

Todo espaço, todo tempo
(As estrelas, as terríveis perturbações dos sóis,
Dilatando-se, desmoronando, acabando, servindo seu propósito mais breve ou [duradouro),
Plenos de espectros somente.

Miríades silenciosas,
Os oceanos infinitos onde os rios deságuam,
As incontáveis identidades livres, separadas, como visão,
As verdadeiras realidades, espectros.

Não é este o mundo,
Não são esses os universos, eles os universos
Significam e terminam, sempre a permanente vida da vida,
Espectros, espectros.

Além de tuas aulas, erudito professor,
Alem de teu telescópio ou espectroscópio aguçado, observador, além de toda [matemática,
Alem da cirurgia dos médicos, da anatomia, além dos químicos e sua química,
As entidades das entidades, espectros.

Soltos, ainda que presos,
Sempre serão, sempre foram e são,
Varrendo o presente para o futuro sem fim,
Espectros, espectros, espectros.

O profeta e o bardo
Devem embora manter-se em estágios ainda mais elevados,
Devem mediar para o moderno, para a Democracia, ser interpretes deles ainda,
Deus e espectros.

E tu, minha alma,
Alegrias, exercícios incessantes, exaltações,
Teus anelos amplamente atendidos finalmente, preparados para encontrar,
Teus companheiros, espectros.

Teu corpo permanente,
O corpo espreitando lá dentro de teu corpo,
O único sentido da forma de tua arte, o verdadeiro Eu, eu mesmo,
Uma imagem, um espectro.

Tuas próprias canções fora de tuas canções,
Sem tensões especiais para cantar, nenhuma por si mesma,
Mas do resultado total, erguendo-se finalmente e flutuando,
Um giro em circulo total do espectro.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

CUIDADOS COM O LIXO SELETIVO: LÂMPADAS FLUORESCENTES , PILHAS E BATERIAS

Queridos amigos, hoje chamo a atenção de vocês para alguns cuidados na coleta de lixo seletivo, como lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, que contêm metais pesados, e por isto o potencial poluidor é muito grande, se descartados indevidamente no meio ambiente.
Coletei as seguitnes informações do Departamento de Limpeza Urbana de Porto Alegre-RS, no site http://www2.portoalegre.rs.gov.br/dmlu/default.php?reg=18&p_secao=14, por exemplo:
A quantidade de mercúrio em uma única lâmpada fluorescente comum é capaz de tornar não potável cerca de 20 mil litros de água.
Quanto à pilhas e baterias, diversos compostos químicos são utilizados na confecção das mesmas, como agentes ativos das reações eletroquímicas ou como protetores de corrosão. As pilhas e baterias consideradas mais nocivas à saúde pública e ao meio ambiente são as que contêm mercúrio, cádmio ou chumbo em seu sistema eletroquímico.

O QUE FAZER?

As lâmpadas fluorescentes devem ser entregues (devolvidas) para as lojas que as comercializam, preferencialmente onde foram adquiridas. As empresas e redes autorizadas de assistência técnica que as distribuem são responsáveis pela destinação final segura que a elas deve ser dada.

Perigo: NÃO QUEBRE A LÂMPADA Quando ela é quebrada, libera um gás tóxico. O interior do tubo das lâmpadas fluorescentes é revestido com uma poeira fosforosa contendo diferentes metais, entre os quais: vapor de mercúrio, componentes revestidos com óxidos de metais pesados e também soldas de chumbo. Por isso, são consideradas resíduos perigosos.

Destino final:O tratamento das lâmpadas contendo metais pesados dá-se em plantas para descontaminação. Poucas empresas no país possuem tais plantas licenciadas. No Rio Grande do Sul, não existem tais empreendimentos. Há duas intermediárias sediadas em Porto Alegre, que podem efetuar contratos para recolhimento e encaminhamento do material para tratamento. São elas: Pró-Ambiente LtdaTelefone (51) 3219-4000 Axia Administrações e Participações Ltda Telefone (51) 3346-3999 ou 9113-332 (http://www.axias.com.br/)
Relação dos locais para descontaminação de lâmpadas fluorescentes:
Apliquim (Paulínia, SP)F: (19) 3884-8140/3884-8141Fax: (19) 3884-7562
Brasil Recicle (Indaial, SC)F: (47) 333-5055
Hg Descontaminação (Nova Lima, MG)F: (31) 3581-8725 ou 3541-8696
Mega Reciclagem (Curitiba, PR)F: (41) 268-6030 ou 268-6031
Recitec (Pedro Leopoldo. MG)f: (31) 3213-0898 OU 3274-5614

As Pilhas e Baterias geralmente contêm metais pesados prejudiciais ao meio ambiente e aos seres vivos: o mercúrio, que se acumula na cadeia alimentar pode provocar efeitos crônicos e danos ao cérebro; o chumbo causa danos nos sistemas nervosos central; e o cádmio, que se acumula no corpo humano, especialmente nos rins, podendo vir a deteriorá-los.
Fonte: Site Web-resol - resíduos sólidos (http://www.resol.com.br/)
A Resolução CONAMA 257/1999 estabelece percentuais máximos (mg/kg) de utilização de mercúrio, cádmio ou chumbo como protetores de corrosão nas pilhas.

Destino final: No Rio Grande do Sul, a empresa Pró-Ambiente - telefone (51) 3219-4000 - disponibiliza o serviço de coleta e disposição final para esses materiais. Eles são encaminhados a aterros de resíduos especiais perigosos, a fim de impedir infiltrações e utilizar mecanismos de coleta e tratamento.No Brasil, existe apenas uma empresa que executa a reciclagem de pilhas e baterias: a Suzaquim, com sede em Suzano, São Paulo. A recuperação de metais pesados por meio do processo de reciclagem, produz sais e óxidos metálicos, que podem ser utilizados pela indústria.

Consulte em tua cidade pontos de coleta para este lixo seletivo. Quem quiser compartilhar os endereços de pontos de coleta em suas cidades, por favor encaminhar a informação para o meu email pessoal aldanice@yahoo.com.br, a fim de ser publicado neste Blog.
Assim poderemos contribuir com o cuidado e carinho por nossa Mãe Terra.
Por favor nos ajudem a divulgar estas informações.
Com gratidão,
comadre Nuit

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Nossa Clã no Inti Raymi 2009




Salve amados Sandovalitos e Visitantes!
Registramos nossa participação no Inti Raymi 2009 na Terra do Sol - Fortaleza-CE - um belo recanto de Pachamama, onde os Filhos do Sol estiveram reunidos e celebrando a Inti Pai...

Abaixo umas fotinhos de nosso amado clã reunido e de nossa histórica apresentaçao... heheheh, onde reverenciamos nossa bandeira e homenageamos a todo o Ayllu cantando um Hino que compus especialmente para a ocasião (e que foi doado ao Ayllu).



Tambem dançamos para nossa bandeira caracterizados de andinos - cholito (irmã Galahad) e cholitas (Susi Sonia, Ifi Ma, Evita, Inanna, Koya, Clara Ma e esta comadre).



Foi um momento único e inesquecível que compartilhamos todos vocês, um momento em que nosso Clã expressou sua essência com criatividade e beleza.
Minha gratidão e reverência a nosso honorável Clã Sandoval!
junho de 2009
Comadre Nuit

A rapina da nação

Cresce a cada dia a indignação dos brasileiros com a parcela da classe política que insiste em praticar o patrimonialismo, utilizando o poder e a representatividade para se beneficiar. Tanto nos recentes episódios do Senado quanto em outras situações denunciadas pela imprensa, verifica-se a confusão deliberada entre o público e o privado, o apadrinhamento de parentes e amigos, o uso indevido de recursos e a partilha de cargos e vantagens funcionais entre amigos, familiares ou correligionários, num processo de nepotismo direto ou indireto, em sentido estrito ou mais amplo. A confusão entre público e privado, que está no próprio conceito do que seja patrimonialismo, estende-se agressivamente ao exercício da administração pública num processo de imperturbável aceleração. A praga nefasta está grudada em todas as áreas dos poderes da República. Há escândalos federais, há mazelas estaduais e há irregularidades municipais, nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Evidentemente não cabem generalizações, mas o número de escândalos denunciados são mais que suficientes para indicar algo grave nas instituições do país.O Senado Federal, foco atual de uma teia de relações e decisões promíscuas, não cessa de fornecer lenha para a indignação nacional. Começou com a descoberta pelo país de que, mesmo num mês de recesso, milhares de funcionários da Casa receberam horas extras, ampliou-se com a revelação de que, para 81 senadores, havia uma estrutura de 181 diretorias e transformou-se em escândalo aberto ao se informar que, para acobertar nomeações suspeitas ou benefícios polêmicos, a Mesa do Senado acumulava um segredo de mais de 600 atos. A Câmara de Deputados, fora do foco dos escândalos, assim mesmo produziu a escandalosa decisão de pagar com o dinheiro do contribuinte passagens aéreas para levar a festa nordestina uma notável namorada de deputado.Infelizmente, essas demonstrações de um patrimonialismo ultrapassado e pernicioso (embora de prática absolutamente atual) não são exclusividade do Congresso. O país está farto de acompanhar pela imprensa ou pelas CPIs denúncias sobre irregularidades cometidas em outras áreas do poder. Os escândalos do Mensalão e dos Sanguessugas, os bilhões entregues a entidades que os consomem sem fiscalização ou controle, o aparelhamento partidário da estrutura pública (que representa um desvirtuamento do papel do Estado), o uso eleitoral da máquina administrativa, tudo isso configura utilização equivocada quando não criminosa dos recursos com os quais a sociedade contribui para a manutenção do poder público.A denúncia de falcatruas, de corrupção, de nepotismo e de todas as demais mazelas praticadas pelos administradores é um dever que os sistemas de fiscalização e controle precisam manter e ampliar. Ao transformar esses atos em escândalos, pela publicidade que ganham, tais sistemas e a imprensa cumprem a tarefa histórica de dar condições a que a estrutura pública se aprimore, que se respeite o dinheiro público e se valoriza a escolha que os eleitores fizeram nas urnas.

Fonte: Diário Catarinense, 28 de junho de 2009. N° 8480,EDITORIAIS

domingo, 14 de junho de 2009

A Lição do Óbvio


Salve amados seres de Terra, como estão?
Há pouco me deliciava comendo uma pera e lembrei da cena de um filme em que um anjo perguntava a uma humana que gosto tinha uma pera, e ela tentava explicar para o anjo - que por suposto nunca experimentara uma pera - o gosto, a textura, o aroma, mas mesmo sendo a descrição mais verossímel possível ainda assim era uma descrição e não a experiência em si.
E fiquei a pensar no óbvio, que mestre Lucidor tem insistido bastante comigo, o gosto óbvio de uma pêra só é óbvio porque a temos experimentado há muitos anos, do contrário, nunca se saberia o delicioso gosto de uma pêra.
Ontem me surpreendi com o sistema maravilhoso de nossa audição, nossa, que fabuloso que é, e tem passado dias, meses e até anos sem sequer agradecer por este invento genial da criação, que nos permite ouvir os mais lindos sons e os menos lindos também... hehehe. E isto é tão óbvio, não é? Sempre esteve ali a nossa disposição, até o dia em que nos falte a audição... Tenho convivo com pessoas que já perderam a audição e fico consternada com esta perda dos sentidos, porque sinto o quanto eles perdem de maravilhar-se com a Vida, e o diálogo se torna impossível...
Estamos cercados de coisas óbvias, mas por estarmos acostumados a elas perdemos de nos surpreender com o maravilhoso que são. Noutro dia, mestre Lucidor me fez refletir sobre nossa sombra – não a sombra psicológica – mas com a nossa sombra física, se é que posso chamar assim... heheh, e puxa! confessei a ele que há muito tempo deixei de me surpreender com ela... e ela ali, sempre companheira! M. Lucidor me disse que ela se ressente com nossa indiferença, pois é uma parte de nós que existe por alguma razão... Sim Senhor, gracias Mestre Lucidor por levar minha atenção ao óbvio e por me ensinar que “SE DEUS NÃO ESTÁ NO ÓBVIO NÃO ESTARÁ EM NENHUM LUGAR”. Guardo este ensinamento no coração e agora compartilho com vocês, meus amados irmãos, porque aí está uma grande verdade.
Sabem queridos, havia começado a escrever para vocês, sobre o obvio de comer uma pêra, mas por estar muito cansada não conclui, salvei como rascunho e ali ficou por dois dias, então esta noite sonhei com M. Lucidor me pedindo uma pêra... heheheh, então compreendi que devia retomar esta mensagem e fazer chega-la a vocês, mis uaikis. Ah! que experiência maravilhosa é Viver... mas é de nossa responsabilidade enriquece-la com muitas experiências e aprendizados para que assim nossa alma vá evoluindo através da sabedoria.
E hoje os convido a refletir sobre o “ÓBVIO” e procurar ali por Deus, pela Deusa, porque Ele-Ela não estão em best sellers, nem em livros, nem em coisas superficiais, Eles estão no cantinho mais ínfimo desde dentro e desde fora de nós mesmo, então amados, observem ao seu redor e em vocês mesmos... surpreendam-se por estarem lendo esta mensagem com vossos olhinhos que mandam um estimulo ao vosso cérebro para compreender o que estão lendo... surpreendam-se em acordarem todas as manhas, surpreendam-se ao degustam uma pêra...
Desde o lado óbvio da Vida, os abençôo
Com amor
Comadre Nuit

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Boa Noticia


Apos serios conflitos entre indigenas da Amazonia Peruana, resultando varias vitimas na resistecia contra as autoridades peruanas, o Congresso do Peru decidiu nesta quarta-feira (10 de junho) suspender por tempo indeterminado o decreto 1.090, que permite a exploração de recursos naturais na Amazônia por empresas multinacionas. Foi esta a lei que levou comunidades indígenas locais a iniciar em abril uma série de manifestações, com bloqueios de estradas e ocupações de instalações petrolíferas. Os nativos alegam que a medida causaria prejuízos ambientais à região.
Esta e uma grande noticia para a humanidade, pois restabelece o direito do Povo Indigena, que tem por consciencia proteger o meio ambiente da Amazonia.
Um Viva a este povo guerreiro que soube se impor em defesa daAmazonia!
Um Viva pela Defesa de Pachamama!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Atividades da Associaçao Pachamama


Neste dia 05 de junho de 2009-sexta-feira, mais uma vez nossa ASSOCIAÇAO PACHAMAMA, se fará representar na Sessão Aberta , na Câmara de Vereadores de Pelotas, em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

"A Terra, sua vida eu sou,
A Terra, seus pés são meus pés,
A Terra, suas pernas são minhas pernas,A Terra, seu corpo é o meu corpo,
A Terra, seus pensamentos, são meus pensamentos,
A Terra, sua fala é minha fala."(Canto Navajo)

Em amor e serviço,
Diretoria da Associação Pachamama

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Dica de Filme para o Fim de Semana


Salve amados, assisti a um filme muito bancana, uma comédia com um fundo de verdade que bate com o que viemos aprendendo em nossa senda.

O nome do filme é Sim Senhor (conhecemos esta expressão, não é mesmo?) e conta a história de um homem desiludido com o fim de um relacionamento e se isola do mundo, deixando de viver e desfrutar da vida, até que vai a uma palestra a convite de um conhecido e isto revoluciona sua vida. O programa chama-se SIM SENHOR!

Não contarei mais nada, mas recomendo o filme, vale a pena surpreender-se...
O filme é leve e divertido.

Jim Carrey está em uma performance formidável.
Um bom filme e ótimo fim de semana!
Comadre Nuit

A Tartaruga é nosso Símbolo




Amados sandovalitos, está encerrada nossa enquete, obrigada por participarem, e a TARTARUGA é o símbolo vencedor para decorar nossa bandeira Sandoval.

Este simpático animalzinho é mui digno e o mais antigo símbolo representantivo da Mãe Terra. Conta uma lenda Chippewa que quando o mundo foi feito, o Grande Espírito solicitou ajuda a todos os animais. A etapa final da criação era encontrar alguém que ajudasse a manter a Terra no lugar. A tartaruga foi a última a se apresentar, oferecendo seus serviços, pois acreditava que era muito velha e muito lenta para tal função, porém, seu casco forte era o único capaz de suportar tal tarefa.

A tartaruga é tambem símbolo da estabilidade, organização, longevidade, paciência, resistência, proteção, experiência, sabedoria, Mãe-Terra.
Uma boa escolha amados!
Nossa bandeira terá dois símbolos: de um lado da bandeira, a espiga de trigo que representa os clãs de Terra e, do outro lado, a tartaruga que representará nossa essência Sandoval.
Esta comadre estará costurando nossa bandeira com muito amor e nela estaremos todos representados! Quando estiver costurando os convidarei e tambem a nossos ancestrais e nosso Deva amado, para ali animar nossa energia-essência.
Com amor
Comadre Nuit

sexta-feira, 22 de maio de 2009

O Sentir Sandoval...


O tipo Sandoval
Tricota a forma com prazer
e deleita-se na magia
De plasmar
O Ser...
Vida abundante
No sentir,
Criando a forma
No fogo da alegria
Pura magia...
Prazer em Ser!
No sentir sensual
Doce deleite...
(Nuit Sandoval)

terça-feira, 19 de maio de 2009

O que é Meditação, Mestre?




A meditação é um ato, uma compreensão sutil e leve, tão simples e amorosa que vou me deter a explicar o inexplicável, pois a meditação é amor, surge do amor e vive, acontece no amor, e o amor é misterioso, não pode ser alcançado pelas palavras.
A meditação sucede no silencioso coração e é como o amor, pois tem a mesma natureza; a meditação é uma senda que tem como móbil fazer espaço em nosso interior para que se experimente a Deus, que dizer, ao AMOR...
Bem, todos vocês irmãos que hão caminhado sabem que o amor é surpreendente, espontâneo, e não surge da mente, surge de uma emoção profundíssima de entusiasmo, encanto, atenção, curiosidade, paixão e tantos temperos mais bonitos, belos, leves e livres e espontâneos.
Assim, a mediação surge do móbil de inocente ânsia de experimentar este íntimo paraíso que temos experimentado quando amamos...
Isto é a meditação, um trampolim a um estado-espaço íntimo de nosso próprio ser....
Lucidor Flores
Guia Espiritual da Mística Andina

Um Elixir Chamado Mística Andina


Por Lucidor Flores

A teus olhos cansados trago uma visão
A visão de um mundo diferente
Tão novo, limpo e fresco
Que esquecerás a dor e a pena
Que vias antes...

Porém, esta é uma visão
Que deves compartilhar
Com todos quanto vês
Do contrário, não a contemplarás.

Dar este dom é o modo de fazê-lo teu.
Dar este dom é o modo, a senda
Para fazer tua a Pachamama, a Cristo,
Ao Senhor...

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Boa Notícia: O Presidente do Senado se Declarou Soldado para Defender a Amazônia

Durante a vigília em defesa da Amazônia, realizada no Plenário do Senado, na noite desta quarta-feira (13), o presidente da Casa, José Sarney, disse que se alistava como "soldado" para defender a região dos danos ambientais. Na opinião do parlamentar, preservar a Amazônia é uma tarefa nobre e necessária em função do que ela representa para o Brasil e o mundo.
- Lutar pela preservação da natureza é lutar pela preservação da vida. E eu quero dizer que me alisto como soldado nessa luta da Amazônia para sempre - declarou o presidente do Senado.
Depois de lembrar que não poupou esforços para viabilizar a vigília requerida pela senadora Ideli Salvatti (PT-SC), Sarney elogiou o caráter do evento, por se revestir de uma aura bíblica:
- Vigiai, nos recomendam os Evangelhos - lembrou o senador, conclamando a todos "a uma vigilância total e permanente".
O presidente do Senado lembrou também das palavras que disse ao ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush, quando este se mostrou agressivo sobre a posição de soberania do Brasil em relação à Amazônia. "O senhor só se preocupa com a Amazônia hoje porque nós a preservamos" disse Sarney. Ele recordou a Bush o episódio do início do século 20, no qual a população de Belém rechaçou os navios da Amazon River Corporation prontos para adentrar a região com objetivos colonizadores danosos.
- Como as gerações passadas, estamos aqui presentes para mostrar que não admitiremos que a Amazônia deixe de ser o que é - afirmou o presidente do Senado, ressaltando que a região comporta 12% da água doce do planeta.
Agência Senado, 14/05/2009

terça-feira, 12 de maio de 2009

Vigília sobre a Amazônia: Estamos de Olho!



O plenário do Senado vai receber na noite da próxima quarta-feira (13) uma vigília em defesa da Amazônia. O encontro começa às 18h30 e é promovido pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), pela Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas e pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa. A idéia, do Movimento Amazônia para Sempre, foi apresentada ao Senado pela atriz Christiane Torloni e recebeu o aval do presidente José Sarney.
Serão discutidas as ameaças sobre a Amazônia, com análise das políticas públicas para a região e das iniciativas legislativas em tramitação no Congresso. Terão voz na audiência os povos e comunidades tradicionais da região.
Em outro momento, após a primeira manifestação dos parlamentares, será discutida a importância estratégica da conservação da Amazônia e sua implicação para a regulação do clima e para a economia em escalas nacional e global.
Também estão previstos debates sobre a proteção da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável, além de avanços nas políticas dos governos do Pará, do Acre, do Amazonas e do Mato Grosso. A previsão é de que o encontro entre pela madrugada.
Fonte: Agência Senado, 08/05/2009 19:17

Somos Filhos do Sol


Salve amados uaikis!
Hoje queria lhes falar do Sol, o outro aspecto da divindade, o aspecto masculino, pois que na correria do cotidiano nem lembramos dele, muito menos de agradecer por nos abençoar por mais um dia, pois se pensarmos bem, sem a Luz do Sol nada sobreviveria neste Planeta; necessitamos vitalmente da Luz do Sol para vivermos.
Vocês já pensaram que nosso Pai Sol nunca deixou de brilhar um só dia? Pois mesmo encoberto pelas nuvens lá está Ele, impecável, com toda Sua força e poder, brilhando como sempre... Nunca deixou de brilhar, apenas se recolhe de um lado de Pachamama para poder aquecer a outra face e até nisto nos ensina uma lição, a lição da polaridade entre luz e sombra, igual a nosso microcosmo - em nosso próprio Ser - que somos feitos de luz e sombras. Assim como é em baixo, é em cima, esta é a Lei.
Noutro dia o Mestre Lucidor falou de algo que me fez pensar, de que os antropólogos costumam afirmar que o povo Inca adorava o Sol, mas que ele pensa que isto não corresponde a verdade, porque em verdade os Incas adoravam a Luz.
Ah! isto ecoou dentro de meu ser, sim, o Sol é apenas o aspecto físico da divindade, o Sol é a Luz de Deus; assim como os Incas, de quem somos descendentes espirituais, também adoramos à Luz de Deus e o aspecto tangível de nossa relação com a divindade está no amado Sol.
Assim queridos, os convido a cada dia enamorar-se do Sol, a senti-lo quentinho na pele, sentindo este carinho e assim deixar aflorar a devoção por esta Luz que nos chega a todos por igual, estejamos conscientes dela ou não.
Somos sim Filhos do pai Sol e da mamita Pachamama, ah! e nisto reside toda a esperança, pois enquanto o Sol brilhar haverá esperança para nossa amada Pachamama e para todos os seres que nela habiram, inclusive nós humanos...
Há esperança, porque nossa Pachamama é uma discípula do Sol, enquanto este é discípulo do Cosmos e este da Galáxia e assim indefinidamente, porque a Revelação de Deus é infinita...
Há esperança porque se o ser humano é apenas um átomo do corpo de Pachamama, então se Pachamama - como discipula - evolui, todos seus átomos evoluirão irresistivelmente.
Em devoção ao Pai Sol e a todo o aspecto masculino da criação.
Comadre Nuit

domingo, 10 de maio de 2009

Festival da Lua Cheia


Queridos uaikis, Feliz Lua Cheia!
Como sabem, a Mística Andina traz uma nova proposta: O Festival das Luas Cheias, como um momento único e sagrado. São nestes festivais que Mestres, devas e homens juntos clamam pela volta da luz do mundo: Cristo Maitreya e seus discípulos (nossos Mestres).
Estamos festejando a Lua Cheia de Wesak, que é particularmente especial porque na lua cheia de Touro se comemora a iluminação de Buda, um momento em que o Senhor verte bençãos para a Humanidade, aproximando o mundo divino de nosso mundo físico.
A lua cheia, como nos ensina Mestre Lucidor, é um momento no qual a voz de nosso Mestre se põe mais enfática; é neste tempo em que se abrem portais para conectar os sonhos guardados no coração, os sonhos da alma.
Nos ensina ainda que a meditação da lua cheia está no coração da técnica de acercamento ao Mestre e à Presença divina; que o momento da lua cheia é o momento de equilíbrio divino, em que sua inspiração e expiração estão equilibrados, facilitando o contato entre o inferior e superior, entre o abstrato e o concreto.
Então amados, aproveitemos esta Luz Cheia de Buda para meditarmos mais longamente e para sonhar os sonhos mais queridos do coração; este é um tempo para plasmar nossos sonhos...
É um tempo que os nossos companheiros do Ayllu da Mística Andina se põe serviçais em prol da humanidade e devotos, e as meditações da Lua Cheia convertem-se em um verdadeiro Festival.
Em contemplação devota à Mamma Quilla,
Comadre Nuit

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Deus Está em Nós!


O discipulo pergunta ao mestre: Onde está Deus?
O mestre na sua infinita paciência responde: Deus está em cada um, em você, em mim, nele, nos animais, nos vegetais, ....enfim em tudo.
Satisfeito com a resposta, vai o discípulo caminhando rua abaixo, pensando, então eu sou Deus, você é Deus, o cachorro é Deus, o pássaro é Deus,....enfim tudo é Deus,..maravilhado, ...tudo é Deus, e assim vai caminhando,. ....quando é interrompido por um menino, que aflito o avisa, volte senhor, tem um elefante enfurecido, volte,....mas o discípulo pensa,.. eu sou Deus, o elefante é Deus, então não haverá problema,... .......quando houve a voz de uma senhora,...vem subindo a rua um elefante enorme e totalmente enlouquecido, .......o discípulo sorri e agradece o aviso,...... ..mais abaixo um policial tenta detê-lo, mas o discípulo é mais esguio e consegue se desvencilhar, e alegre meditante continua caminhando em direção ao elefante, eis que quando dobra a esquina depara com um enorme animal que o atropela, pisoteia e o deixa inerte no chão.
No leito, ao abrir os olhos vê o mestre ao seu lado e pergunta: Onde está Deus?
O mestre responde: Você ouviu a voz de Deus, mas não soube reconhecê-lo!
Deus está em nós!

Galahad Sandoval



quarta-feira, 6 de maio de 2009

Oração do Dia!

Te pedimos, ó Senhor!
“Sejamos fortes para nos mantermos afinados
Sejamos frágeis para aceitar que as cordas vibram...
Sejamos como pequenos anjos do Senhor,
Servindo ao nosso Brasil tão amado
E assim, servindo a todo o planeta enquanto Vida,
Sendo uma parcelinha do Plano de Deus!”
Frase de Suzana Sandoval

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Mostra da Arte de Atahualpa Mendizabal


Queridos Sandovalitos e visitantes, encontrei mais uma função para esta nossa modesta casa virtual, ser um espaço para mostrar a Arte de irmãos talentosos do Ayllu Mística Andina, em todas as suas expressões.
Para mim, a arte é expressão da alma e uma via para possibilitar o contato com o divino Ser, abrindo assim um canal para que a alma individual e coletiva se expresse neste plano... é assim que me deixo inebriar com o vento da inspiração da alma, a minha mais íntima e inspirada Musa.
A arte sempre foi e sempre será o meio de comunicação que nos aproxima de nossa alma e da alma de nossos irmãos; é, portanto, a linguagem universal porque fala à sensibilidade que não está adstrita a territorio, nem a língua, nem a raça...
Com o intuito de trazer mais beleza e deleite aos meus irmãos amados, lhes apresento três pinturas do irmão Atahualpa Mendizabal, que falam por si mesmas. Maravilhosa arte!
Com deleite
Comadre Nuit

7RAIOS




HARE KSHNA

Que símbolo escolhes para a nossa bandeira Sandoval?